Os supermercados gastam milhões de reais a cada ano comprando carne suína de produtores no Brasil e ao redor do mundo. Eles também são responsáveis por garantir que seus fornecedores criem os animais com altos padrões de bem-estar.

Mas, nos sistemas industriais intensivos, os porcos são criados em péssimas condições.

As porcas-mãe ficam apertadas em gaiolas menores que uma geladeira comum e nem podem se virar para trás. Nas primeiras semanas de vida, os leitões sofrem mutilações desnecessárias e, muitas vezes, sem anestesia. Os animais são mantidos em baias com piso duro e desconfortável e ficam frustrados, estressados e suscetíveis a doenças.

Envie uma carta aos supermercados e peça a eles que mudem a vida dos porcos

Precisamos do seu apoio para pedir aos grupos Carrefour e Pão de Açúcar que assumam um compromisso público para mudar a vida dos porcos. Queremos que eles implementem políticas de bem-estar animal em todas as suas redes de supermercados no Brasil e passem a exigir que seus fornecedores criem os animais da forma correta.

Mostre a eles o quanto o bem-estar dos animais é importante para você!


Carrefour: envie por e-mail agora  ou imprima a carta para entregar em uma das lojas.


Pão de Açúcar: envie por e-mail agora  ou imprima a carta e entregue em uma das lojas.

Existe um jeito melhor

Ao contrário dos sistemas industriais intensivos, criações um alto nível de bem-estar animal reduzem estresse, lesões e doenças, diminuindo a necessidade de uso de antibióticos com frequência. O bem-estar animal também melhora a qualidade da carne que chega aos supermercados e aos consumidores.

Juntos, temos o poder de acabar com esse sofrimento, mantendo as porcas fora das gaiolas e em grupos. As porcas deveriam ter acesso a materiais como palha para mastigar e brincar. Os leitões não deveriam ser cruelmente mutilados em suas primeiras semanas de vidas.

Se você ainda não assinou nossa petição, você pode fazer isso agora.

Compartilhe

WhatsApp