Animais de produção

A maioria dos animais de produção vive em condições de estresse e sofrimento desnecessário. Já é hora de repensarmos os atuais modelos de produção.

O abate humanitário visa garantir o bem-estar dos animais desde o embarque na propriedade rural até o manejo no frigorífico

É hora de mudar os modelos que causam sofrimento desnecessário

O desafio da indústria global de alimentos

O tratamento adequado dos animais de produção é hoje o maior problema enfrentado para o bem-estar dos animais no mundo. E ele vem se agravando. Por volta do ano de 2050, a  produção agropecuária será o dobro da registrada em 2000. Anualmente, mais de 70 bilhões de animais são criados para a produção de alimentos – dois terços deles vivem em condições que lhes impossibilitam se mover livremente ou viver de maneira natural. Promovemos campanhas para melhorar a vida desses animais do nascimento, passando pelo transporte, até o abate. Sabemos que mudanças são possíveis. Desde 2009, nosso treinamento em abate humanitário tem tornado melhor a vida de 8 bilhões de animais.

Animais em fazendas: nosso trabalho

  • Movemos governos e organismos internacionais para que regulem a proteção de animais de maneira mais eficiente;
  • Participamos de debates que irão modelar o futuro dos métodos de produção agropecuária no mundo;
  • Formalizamos parcerias com empresas visando a mudar a maneira como elas lidam com os animais; 
  • Trabalhamos com profissionais do setor para capacitá-los a métodos práticos e economicamente viáveis de proteção animal;
  • Incentivamos as pessoas a optar por alimentos produzidos de acordo com os padrões mais elevados de bem-estar animal.

Compartilhe