Protegemos os elefantes na Tanzânia

Atuamos na Tanzânia para ajudar agricultores a assegurar a sua produção sem maus-tratos a elefantes

Atividades agrícolas no habitat de elefantes

Há cinco anos estamos trabalhando no Parque Nacional de Mikumi, na Tanzânia. Habitat natural de elefantes, ele está situado próximo a uma área de cultivo agrícola, o que vem ocasionando problemas com produtores locais, já que alguns elefantes invadem e destroem plantações de milho, muitas vezes acabando com a safra de um ano inteiro. A fim de garantir a própria subsistência, os agricultores vêm tomando medidas extremas, que podem até levar os elefantes à morte, como o envenenamento intencional de plantações para serem devoradas por estes animais. Estamos trabalhando em prol de soluções práticas que mantenham a segurança dos elefantes e também protejam as plantações locais.

Ajudamos a aplacar os conflitos entre elefantes e agricultores com ideias simples, como o uso de abelhas e de pimenta

Nossa solução

Os elefantes não gostam de abelhas nem de pimenta. Então, nós ajudamos os agricultores a utilizarem inibidores que não causarão ferimentos nos elefantes. Colmeias são penduradas em postes na área externa dos cultivos. Há também o uso de sisal. Produzido localmente e embebido em uma mistura de óleo de motor com pó de pimenta, ele é pendurado em cercas ao redor das plantações.

Agricultores em Mikumi plantam pimentas, Tanzania

Compartilhe

O futuro

Embora os agricultores de Mikumi ainda estejam construindo novas cercas e pendurando novas colmeias nos arredores de suas plantações, tais práticas já vêm sendo imitadas por produtores de comunidades adjacentes. Estamos também trabalhando com agricultores da região para atenuarmos conflitos não apenas com leões, leopardos e hienas, mas também com o gado local. Buscamos ainda incentivar governos e autoridades locais a adotar soluções similares em outros lugares. Recentemente, ajudamos o governo da Tanzânia a elaborar a sua nova legislação para a redução de conflitos entre comunidades e animais silvestres.