Protegendo animais de carga na Cisjordânia

Trabalhamos com proprietários de animais de carga na Cisjordânia com o objetivo de dar fim aos maus tratos imputados a estes animais e melhorar o nível do tratamento a eles dispensado

O problema

Nas clínicas veterinárias móveis que mantemos com o nosso parceiro, a Palestine Wildlife Society, observamos um número cada vez maior de cavalos, burros e mulas com sinas claros de abandono e maus-tratos. Passamos assim a orientar as pessoas a tratarem melhor os seus animais. Até 2015, estaremos coibindo tais abusos em 26 comunidades de toda a região da Palestina.

Embora muitas pessoas dependam dos animais de carga para a sua subsistência na Palestina, o conhecimento que elas têm sobre os cuidados que devem tomar com eles é limitado.

Nossos veterinários trataram animais que mancavam ou que estavam bastante feridos e subnutridos. Outros apresentavam lacerações na pele devido à pressão exercida por arreios mal ajustados. Com a intenção de realmente mudar este quadro, nós passamos a prestar aconselhamentos práticos para que os proprietários destes animais pudessem entender os benefícios dos cuidados que devem ser dispensados a eles.

Nossa solução

Em cada uma das comunidades, treinamos um grupo de pessoas para que possam passar adiante os nossos ensinamentos sobre a importância do bem-estar dos cavalos e equinos em geral. Elas participam de seminários e visitam comunidades que já vêm se beneficiando de nossos treinamentos, compartilhando com outras pessoas o que aprendem e ajudando a difundir o bem-estar animal. Com isto, há uma clara mudança de hábitos e uma enorme evolução da conceito de bem-estar animal entre todos os envolvidos neste processo. E com animais mais saudáveis, seus proprietários podem igualmente aumentar os seus rendimentos.

Embora muitas pessoas dependam dos animais de carga para a sua subsistência, o conhecimento que elas têm sobre os cuidados que devem tomar com eles é limitado

Compartilhe

Bem-estar dos animais de carga

Embora muitas pessoas dependam dos animais de carga para a sua subsistência, o conhecimento que elas têm sobre os cuidados que devem tomar com eles é limitado.

Em números

Após os nossos treinamentos, há uma redução de até 50% no número das doenças que acometem os animais de carga.