3ª Cãominhada atende mais de 400 animais e combate a raiva em São Miguel Paulista

01 de outubro de 2018

Ação teve apoio da Proteção Animal Mundial e participação especial da dupla de graffiteiros Minhau e Chivitz

A 3ª Cãominhada UVIS São Miguel promoveu o combate à raiva e levou atendimento veterinário gratuito a centenas de animais da periferia de São Paulo, com o apoio da Proteção Animal Mundial.

As ações fazem parte da Semana Mundial de Combate à Raiva.  

Ao todo, foram 420 animais examinados, 316 castrados e 216 vacinados contra a raiva durante os três dias de evento – que começou no sábado (22) e se continuou neste fim de semana (29 e 30). Todos os serviços foram gratuitos.

Na abertura da ação, a Proteção Animal Mundial trouxe uma contadora de histórias. Ela ensinou para as crianças da região como interagir com cães e evitar mordidas, respeitando o comportamento do animal e se protegendo contra a raiva. O Brasil registra um grande número de mordidas caninas – cerca de 600.000 casos por ano.

E infelizmente, 95% delas ocorrem em crianças entre 5 e 12 anos. 

“A maioria das mordidas poderia ser prevenida se as crianças entendessem a linguagem canina. Aproveitamos a Cãominhada para ensinar que os animais não mordem sem motivo e orientar as crianças a evitar situações de risco. Por exemplo, não se aproximando de fêmeas com filhotes ou de um cachorro que está se alimentando”, explica Rosangela Gebara, gerente de programas veterinários da Proteção Animal Mundial. 

Quer mais dicas? Assista a nossa animação 5 chaves para evitar mordidas de cães para o público infantil.

 

 

No primeiro sábado, os animais e seus tutores também fizeram uma caminhada pelas ruas do bairro junto aos personagens da Patrulha Canina, conscientizando os demais moradores sobre a importância do combate à raiva.

“As pessoas aqui têm muito carinho pelos seus animais, elas precisam simplesmente de informação”, observa Gebara, que se emocionou ao ver tantos moradores de São Miguel Paulista trazendo seus cães e gatos para o evento, bem cuidados e felizes. 

Mais de 420 cães e gatos atendidos

Além da vacinação e castração, também foram realizados mais de 420 atendimentos pela UVIS e uma equipe voluntária de estudantes da Universidade Anhembi Morumbi. Os animais fizeram exames de ultrassom e citologia, enquanto seus tutores receberam orientações sobre nutrição, câncer de mama, dermatologia, cardiologia e combate a parasitas (como pulgas e carrapatos).

“É muita coisa boa que estão fazendo pelos animais aqui. Fiquei sabendo do evento no posto de saúde e vim pelo bem deles dois. Eles são muito queridos por mim e por todos da casa”, conta a pensionista Maria Madalena Santos, que levou seus cães Coragem e Pop para ser atendidos.

Com Pop (o mais idoso) no colo, ela garante: “Os que eu tenho, eu cuido”.

Para um dos organizadores, o veterinário Wernner Garcia da Secretaria de Vigilância em Saúde, o projeto atendeu as expectativas. “Foi maravilhoso! Cada vez mais o animal está inserido na família e a nossa função é ofertar essa saúde como um todo, garantindo a assistência para a população e para os seus animais – principalmente em comunidades que não têm tanto acesso”, comenta.

Neste ano, a Cãominhada também realizou cadastros para o Registro Geral Animal (R.G.A.), coletas de sangue para o banco Transfucão , exposição sobre animais sinantrópicos, teatro sobre prevenção à pulgas e carrapatos, pinturas educativas e premiação de camisetas e medalhas. O evento teve apoio ainda da Universidade Brasil e do Hospital Veterinário São Paulo.

Mural dos graffiteiros Minhau e Chivitz emociona crianças

O sol já estava se pondo quando um dos maiores destaques do primeiro dia da ação recebia os toques finais: a convite da Proteção Animal Mundial, a renomada dupla de grafiteiros Minhau e Chivitz pintou um mural especial nas paredes da EMEI Maria Quitéria.

A obra – que celebra cães e gatos – é um presente para as crianças de São Miguel Paulista e para a escola, que sediou o evento. “Ficamos muito gratos de participar de ações como essa, que protegem os animais”, se alegra Minhau, antes de nos contar carinhosamente sobre os 4 gatos que o casal resgatou e acolheu em casa.

Os alunos se surpreenderam ao entrar na escola, na manhã de segunda-feira (24), e se deparar com a parede pintada. Muitos correram para "abraçar" os animais, enquanto outros observavam admirados, por minutos a fio. 

"É muita coisa boa que estão fazendo pelos animais aqui" - Maria Madalena, tutora do idosinho Pop

Compartilhe

WhatsApp