5 crueldades que tartarugas sofrem ainda hoje

23 de maio de 2016

Entenda por que manusear tartarugas marinhas é uma das 10 atrações turísticas mais cruéis do mundo e saiba como ajudar

As tartarugas marinhas são criaturas solitárias e naturalmente tímidas. Elas nadam milhares de quilômetros ao longo de suas vidas, migrando de um lado para o outro no oceano.

Em cativeiro são impedidas de viajar. Ainda hoje, milhares de tartarugas vivem confinadas em tanques pequenos e são alimentadas com ração ao invés de desfrutar da vegetação natural do mar. Os turistas que visitam criadouros são incentivados a agarrá-las e suspendê-las no ar, submetendo esses animais incríveis a um sofrimento físico e mental.

Como se não bastasse, as tartarugas também servem de "alimento exótico".

Só restou uma única atração do mundo que ainda cria tartarugas para consumo humano e ela fica bem aqui: na América Latina. 

É a famosa Cayman Turtle Farm.

Descubra, abaixo, por que esses animais sofrem:

1. Brigas por espaço em tanques rasos

Em seu habitat natural, as tartarugas marinhas nadam grandes distâncias. Já imaginou o quão cruel é viver aprisionada em um tanque pequeno? Milhares de tartarugas passam suas vidas brigando por espaço no criadouro das Ilhas Cayman. Não há profundidade suficiente para que expressem seu comportamento natural, seja ele mergulhar ou buscar comida. Isso gera muito estresse e faz com que as tartarugas alterem o seu comportamento – mordendo e mutilando umas às outras.

2. Protetor solar e repelentes causam doenças

Repelentes e protetores solares são produtos tóxicos para tartarugas. O contato com turistas as coloca em risco, já que são cotidianamente tocadas e seguradas. Infelizmente, ambos produtos são comuns na América Latina, onde viajantes precisam se proteger do sol e das picadas de mosquitos.

3. O estresse enfraquece seu sistema imunológico


Imagem: Michelle de Villiers

Devido à sua timidez natural, as tartarugas sofrem muitíssimo estresse ao serem seguradas. Esse estresse enfraquece seu sistema imunológico e aumenta as chances de contrair doenças.

4. Fraturas e unhas arrancadas

Quando um turista segura uma tartaruga marinha, o animal tende a entrar em pânico e agitar suas nadadeiras em desespero. O que, infelizmente, pode causar fraturas e unhas arrancadas. 

5. Cascos quebrados

Para completar, muitos turistas têm dificuldade de segurar tartarugas assustadas e acabam deixando-as cair. Isso ocasiona sérias lesões, incluindo rachaduras no casco – que podem ser fatais para tartarugas marinhas. 

Descubra quais são as atrações mais cruéis do mundo

Tartatugas merecem uma vida melhor

Como todos os animais silvestres, as tartarugas marinhas têm direito a uma vida livre de sofrimento. Queremos que lugares como a Cayman Turtle Farm sejam transformados em centros de reabilitação e educação sobre a espécie, como o observatório para tartarugas marinhas Kélonia, na ilha da Reunião que imita as condições do habitat natural das tartarugas.

200.000 pessoas concordam: a crueldade contra tartarugas e outros animais silvestres deve acabar.

Enquanto você lê isso, a TripAdvisor está vendendo passeios para a Cayman Turtle Farm. Como se não bastasse, o famoso site premiou o criadouro com seu Certificado de Excelência.

Junte-se a mais de 200.000 pessoas e peça para a TripAdvisor parar de lucrar com atrações turísticas que exploram a vida silvestre:

 

Enquanto você lê isso, a TripAdvisor está vendendo passeios para a Cayman Turtle Farm. Assine já a petição!

Compartilhe