9 coisas que você precisa saber sobre aquele "inesquecível" passeio de elefante

29 de março de 2017

Andar de elefante ou assistir a um show com animais silvestres ainda é o sonho de muitos turistas. Mas é um pesadelo para os elefantes, que são aprisionados e forçados a suportar uma vida de maus-tratos para entreter as pessoas...

1. Elefantes não são domesticados. A domesticação é um processo de seleção genética de milhares de anos que leva uma espécie a depender de seres humanos e a viver junto conosco (por ex.: cães ou ovelhas). Os elefantes são animais essencialmente silvestres.

2. A sua natureza silvestre e a sua força física impedem que elefantes sejam facilmente treinados para fazer truques ou permitir que as pessoas andem em suas costas. O processo mais tradicional de treinamento é o “phajaan”, que envolve fazer filhotes de elefante passarem fome e torturá-los para “quebrar” os seus instintos naturais.

3. O elefante é um dos animais mais inteligentes do mundo, movido por um forte desejo de viajar e de explorar. No entanto, os elefantes usados pela indústria do entretenimento frequentemente são acorrentados e mantidos em espaços muito pequenos – o que causa estresse intenso, distúrbios psicológicos e comportamentos repetitivos anormais.

4. A maioria dos turistas paga para ficar perto de elefantes porque ama os animais – mas 80% das pessoas faz avaliações positivas a atrações com baixos padrões de bem-estar animal. Por trás de fachadas bonitas e truques divertidos se esconde uma vida inteira de maus-tratos.

5. Selfies não são uma lembrancinha inofensiva – todas as atrações turísticas que permitem que você toque ou tire uma foto junto a um animal silvestre estão lucrando com a crueldade.

6. Mesmo em zoológicos com altos níveis de bem-estar animal, os elefantes vivem menos em cativeiro do que na natureza. A sua expectativa de vida cai pela metade. Em atrações turísticas cruéis, esse número é ainda menor aos maus-tratos, solidão, negligência veterinária e dieta inadequada.

7. Apesar das atrações alegarem reprodução em cativeiro, estima-se que até 75% dos elefantes adultos usados pela indústria do entretenimento foram retirados da natureza. A própria reprodução em cativeiro também contribui para o tráfico ilegal de animais silvestres ao incentivar a demanda por espécies ameaçadas.

8. Os elefantes têm fortes laços familiares e os filhotes costumam ficar bem perto do seu grupo. Isso faz com que até 3 fêmeas sejam mortas – na tentativa de protegê-lo – toda vez que um filhote é pego por traficantes para ser vendido a atrações turísticas.

9. Você pode fazer a sua parte. Apoie aqui as nossas campanhas e compartilhe essa lista nas redes sociais para mostrar a todos que elefantes são animais silvestres, não entretenimento.

75% dos elefantes adultos que são explorados nas atrações turísticas foram retirados da natureza

Compartilhe