Após ciclone, World Animal Protection socorre animais em Vanuatu

16 de março de 2015

As primeiras notícias que recebemos do país indicam que o setor de agricultura de subsistência sofreu danos sem precedentes, causando a morte em massa de animais de produção.

Nossa equipe de atendimento em situações de emergência está a caminho de Vanuatu para socorrer os animais afetados pelo ciclone Pam – uma das maiores tempestades que já atingiram o arquipélago no Pacífico Sul. 

Muitos dos animais que sobreviveram estão feridos, precisando urgentemente de cuidados veterinários, ou vulneráveis. 

Socorro aos animais

As ilhas de Vanuatu foram devastadas durante a última semana por uma tempestade de categoria 5, a mais alta entre os ciclones tropicais. Uma catástrofe destas proporções pode isolar animais em áreas alagadas, sem acesso a comida e abrigo, ou ainda forçá-los a se deslocar para longe de seu lar. Pelas próximas semanas, estes animais correm o risco de desenvolver doenças ou infecções. 

Já temos conhecimento de incontáveis porcos e outros animais de produção que estão sofrendo sem o abastecimento de ração nas ilhas. 

Nossa equipe de atendimento em situações de emergência irá desembarcar em Vanuatu ainda nesta semana para socorrer os casos veterinários mais urgentes e oferecer apoio de longo prazo ao país, minimizando o sofrimento animal após a tempestade. 

Nosso trabalho deve complementar a ajuda humanitária recebida pelo arquipélago, protegendo desde os animais de companhia aos que garantem a subsistência das comunidades afetadas. 

O diretor internacional de atendimento emergencial da World Animal Protection, James Sawyer, declarou: 

"Um desastre desta magnitude prevê uma série de necessidades para os animais, que incluem desde atendimento veterinário emergencial a alimentação e abrigo – é o que normalmente acontece em enchentes e catástrofes que envolvem ventos fortes. Já estamos a caminho para ajudar os animais que mais precisam e os manteremos informados sobre Vanuatu”. 

Preparando-nos para o pior

No último ano, a World Animal Protection esteve em Vanuatu após o ciclone Lusi. Apesar de ter sido mais fraco do que o Pam, a tempestade causou uma devastação terrível. E um dos principais problemas que notamos era a dificuldade de acesso a tratamento veterinário nas ilhas. 

Na época, providenciamos “kits veterinários” para cada uma das seis províncias de Vanuatu. Nosso objetivo era poder melhorar o atendimento aos animais em desastres futuros, como o ciclone Pam, e esta é a primeira vez que colocaremos à prova esta estratégia. 

Na última semana, entramos também em contato com a mídia local para que a população fosse informada e soubesse proteger os seus animais antes do ciclone chegar ao arquipélago. Preparar-se para o pior e reduzir os riscos que desastres oferecem aos animais pode favorecer significativamente a recuperação das comunidades atingidas. 

Para se manter atualizado sobre os resgates e atendimentos em Vanuatu, siga-nos no Twitter ou curta a nossa página no Facebook.

"Já estamos a caminho para ajudar os animais que mais precisam e os manteremos informados sobre Vanuatu”
Categorias: 

Compartilhe

WhatsApp