Após terremoto, World Animal Protection viaja ao Equador para avaliar situação dos animais

20 de abril de 2016

Seis províncias decretaram estado de emergência depois de serem atingidas por tremor de magnitude 7.8 na escala Richter

O terremoto correu no sábado (16) e o impacto na infraestrutura das cidades é devastador.

Ainda não há dados oficiais sobre quantos animais foram afetados, mas esse número pode chegar a milhares nas cidades e área rurais – segundo nossos contatos locais. 

O principal problema são os animais de estimação abandonados nas áreas urbanas, que podem estar passando fome ou se machucar ao andar pelos destroços. Outros podem ter se ferido durante o próprio terremoto e os recentes tremores secundários.

Nossa equipe de atendimento em desastres está a caminho do local para avaliar a situação dos animais e a forma mais eficiente de ajudar tanto eles, quanto suas famílias.

A World Animal Protection irá se unir aos esforços locais do setor privado, organizações, acadêmicos e grupos de veterinários, que já estão prestando os primeiros socorros aos animais.

Como posso ajudar?  

Apoie nossa ação no Equador, compartilhando esta notícia.

Se você conhece alguém que está no país, envie estes conselhos e ajude-nos a salvar ainda mais animais:

  1. Reserve água limpa e alimento para seu animal de estimação;
  2. Se seu cão ou gato requer algum tratamento especial, não esqueça de informar as brigadas veterinárias;
  3. Se você perdeu o seu animal, avise as autoridades locais e tente incluir uma foto;
  4. Não deixe seu cão ou gato caminhar sobre os escombros, eles podem se cortar e contrair doenças secundárias.

Fique por dentro

Acompanhe atualizações da nossa equipe no Equador. Siga a World Animal Protection no Facebook e Twitter.

Animais podem estar passando fome ou se machucar ao andar pelos destroços

Compartilhe

WhatsApp