Aprenda os sinais que revelam o humor dos cães

09 de dezembro de 2014

Os cães são animais expressivos e demonstram quando estão felizes, tristes, nervosos, irritados etc. É importante aprender a reconhecer esses sinais.

Prestando atenção em seu comportamento e expressões, é possível interpretar as necessidades de seu animal de estimação e interagir com o seu cão de uma forma mais saudável e segura. 

Relaxado e feliz

Quando seu cão está feliz, ele demonstra uma linguagem corporal relaxada. Seus músculos não estão tensos e sua cauda e orelhas ficam em posição neutra: nem muito altas, nem tanto para baixo. Ele pode mover a cauda de um lado para o outro ou em movimento circular. Sua expressão facial fica tranquila e seu nariz ligeiramente aberto, ofegando normalmente. Geralmente, a sua língua estará dentro da boca ou ligeiramente caída. E a boca fica parcialmente aberta, como se estivesse sorrindo para você. Este estado de tranquilidade e felicidade é facilmente interpretado por quem tem cães em casa.

Este é o melhor momento para dar e receber carinhos de seu animal de estimação.  

Brincadeira e diversão

Seu corpo está pronto para brincar quando ele estica as pernas traseiras, erguendo o rabo e colocando o peso em seus cotovelos. Esta posição é chamada de “reverência à brincadeira”. Neste momento, o seu cão pode então saltar ao redor de você, com as orelhas e cauda bem eretas, muitas vezes abanando rabo. O olhar pode estar fixo (cuidado para não confundi-lo com o olhar de agressividade e medo, leia mais abaixo) em um objeto como bolinhas ou brinquedos. Ou fixo na pessoa que ele está convidando para brincar. 

Quando o cão está neste estado, é o melhor momento para você interagir com ele: brincar, jogar bola ou até mesmo fazer um passeio. 

Medo ou estresse

Quando seu cão está com medo, ele faz o seu melhor para escapar ou parecer menor. Isso pode acontecer por submissão ou nervosismo. Seu corpo fica curvado, sua cauda é encolhida para debaixo do corpo e as orelhas ficam para trás. Em alguns casos de nervosismo, os cães babam, lambem seus focinhos e evitam olhar diretamente em seus olhos. E ficam tentando se esconder, se proteger. 

Neste momento, tenha cuidado: se você tentar se aproximar, ele pode mostrar os dentes e até mesmo te morder. Quando o seu cão esta neste estado de medo ou estresse, é melhor deixá-lo sozinho e quieto para que possa relaxar. 

Irritado ou agressivo

 

Quando está agressivo, o cão geralmente projeta seu corpo para frente, com os músculos rígidos, tentando ao máximo parecer maior e intimidar. O animal também mantém a cabeça erguida, com as orelhas apontando para cima e para frente. A sua cauda fica ereta e o seu pêlo eriçado. O cão pode mostrar os dentes franzindo o nariz e retraindo os lábios para mostrá-los. E pode começar a rosnar e a latir. 

Tome cuidado com um cão que esteja demonstrando este tipo de comportamento: ele pode lhe morder a qualquer momento. Mantenha-se longe dele até que ele acalme. 

Conhecer a linguagem dos cães nos torna melhores tutores. O reconhecimento destes sinais nos ajudará a saber quando e como podemos interagir com nossos cães e quando devemos deixá-los sozinhos.

Compartilhe

WhatsApp