Baleia de 12 metros se enrosca em rede de pesca e morre tragicamente na China

16 de março de 2017

Proteção Animal Mundial faz apelo para que mais medidas proativas sejam tomadas para proteger animais marinhos de equipamentos descartados ou perdidos no oceano – a chamada “Pesca Fantasma”

Uma baleia cachalote morreu ontem (15), lamentavelmente, após se enroscar em uma rede de pesca na região costeira da China.

Ainda não se sabe se o acidente foi causado por um equipamento ativo ou abandonado, mas a tragédia alerta para as ameaças da atividade humana no mar.

Ingrid Giskes, que está à frente da nossa campanha global contra a Pesca Fantasma, lamentou: “A triste notícia de que uma baleia de 12 metros se enroscou fatalmente em uma rede, na costa de Shenzhen, na China, mostra os riscos que a vida marinha enfrenta”.

 Fonte: That's Mags / Tencent News 

Ingrid explicou como as baleias acabam presas e mortas por redes pesadas, enormes:

“Essas armadilhas flutuantes mortais podem arrastá-las por quilômetros, limitando seus movimentos até que ficam exaustas e acabam morrendo afogadas”.

Nosso trabalho

Em 2015, a Proteção Animal Mundial lançou a Iniciativa Global Contra a Pesca Fantasma. Trata-se de uma aliança entre governos, representantes da indústria e organizações não-governamentais, com o compromisso de resolver o problema.

Entre os integrantes da iniciativa estão a Young’s Seafood, a Marine Conservation Society, a rede internacional de supermercados Sainsbury’s, a Austral Fisheries e o grupo Surfers Against Sewage.

Milhares de animais mortos e feridos

Os casos de animais mortos por equipamentos de pesca fantasma vêm sendo noticiados sucessivamente, ao redor do mundo. Para Ingrid, é preciso tomar medidas pró-ativas para proteger a vida marinha.

“Equipamentos de pesca descartados ou perdidos são uma das maiores ameaças ao bem-estar dos animais marinhos. Nós estimamos que a pesca fantasma mata cerca de 136.000 focas e baleias de grande porte todos os anos, que ingerem pedaços desse material ou acabam enroscadas, sofrendo ferimentos horríveis”.

São necessárias medidas preventivas, urgentemente.

Somando forças

Estamos convocando mais organizações a se juntarem à Iniciativa Global Contra a Pesca Fantasma

A ação reúne informação sobre a pesca fantasma e a dimensão do problema no mundo; desenvolve guias de boas práticas; educa a indústria pesqueira e o setor de frutos do mar; e trabalha a campo para implementar soluções sustentáveis e reduzir o acúmulo e descarte de equipamentos de pesca fantasma.

“Para que os oceanos sejam sustentáveis, temos que dar prioridade a uma ação contra a pesca fantasma. Não podemos nos permitir essa passividade quando se trata da proteção da vida marinha. Este é um lembrete de que precisamos de uma ação preventiva e precisamos agir logo".

Saiba mais sobre a nossa campanha contra a Pesca Fantasma.

*Observação: A imagem azulada no topo, que mostra uma baleia enroscada em um equipamentos de pesca fantasma sob a água, foi tirada na costa da Califórnia (EUA) e não é a cachalote que morreu na China.

"Estimamos que a pesca fantasma mata cerca de 136.000 focas e baleias de grande porte, todos os anos"

Compartilhe

WhatsApp