Cães resgatados em obras das Olimpíadas vão ganhar seu coração

12/08/2016

Quatro desses cachorros viviam numa das instalações da Rio 2016 e sobreviveram até a uma jaguatirica – agora sonham com a adoção

A coragem de Apolo salvou seus três irmãos. Veja a história!

Entre os incríveis animais que participam da nossa Maratona de Adoção, na capital carioca, está também uma matilha especial.

Saiba mais sobre a ação da World Animal Protection na Rio 2016.

Não é à toa que Apolo e os irmãos Zeus, Hércules e Athena têm nomes inspirados em deuses do Olimpo: sequer completaram dois anos de idade e já passaram por uma aventura épica.

Meses atrás, liderados pelo corajoso Apolo, os jovens irmãos ainda sobreviviam nas ruas do Rio de Janeiro, procurando restos de comida e caçando preás silvestres nas redondezas da reserva ambiental Maciço da Pedra Branca.

Por ali, também fica o Barra Village 3 (BV3) – uma das vilas que hospedaria jornalistas durante os Jogos Olímpicos.

Com fome e em busca de abrigo, aos poucos a matilha começou a se aventurar pelas obras à noite. Quem diria? Entre os materiais de construção, foram os primeiros a dormir e a estrear as acomodações olímpicas. Todavia, faltando poucos meses para a Rio 2016, os tratores já trabalhavam à toda. Às sete da manhã, os cães eram acordados no susto com a movimentação intensa e desapareciam.

O ataque da jaguatirica

Foi numa dessas ocasiões que uma jaguatirica cruzou o caminho deles.

Segundo os vigias da obra, o felino vinha rodeando o local há tempos, provavelmente vindo do Maciço da Pedra Branca. Duas cadelinhas de rua foram encontradas mortas, com ferimentos graves, dias antes da nossa matilha de heróis também ser atacada.

Ainda hoje, o corajoso Apolo tem a cicatriz (foto acima).

Mas a sua lealdade acabou por salvar os três irmãos. O líder foi encontrado pelos operários da BV3, que o ajudaram a se recuperar dos machucados no rosto e na região lombar – já infeccionada. Foi aí que a matilha se entrosou com os trabalhadores e rapidamente ganhou o coração de todos. Eles foram resgatados pela Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais (SEPDA).

Os quatro cães foram castrados, vacinados e vermifugados. 

Conheça a personalidade deles

O Apolo é um sobrevivente, além de ser um líder esperto, corajoso e leal. Os mais comilões da matilha são Zeus e Athena – a única fêmea é simpática e adora passear em boa companhia; enquanto o seu irmão Zeus prefere correr, brincar e ficar na sua caminha. Já o mais tranquilo deles é o Hércules, capaz de encantar qualquer um com seu charme e sorrisinho calmo. Os quatro cães são dóceis e adoram pessoas.

Quer adotar um desses cães incríveis?

Felizmente todos os irmãos do Olimpo já foram adotados. Menos o Hércules. Logo ele, que é o mais calmo de todos! O Hércules é um herói, carinhoso, de porte médio, mas tão tranquilo e companheiro que pode viver em apartamento. Sabe o cão ideal? É ele! 

Para adotar o Hércules, fale com nossa equipe.

Está disponível para adoções no Rio de Janeiro e São Paulo.

Leia mais: Salvando mais de 100 gatos abandonados no Maracanã.

*Com informações gentilmente cedidas por Rosemar Saraiva da Franca – antiga supervisora de acomodações na BV3, entre fevereiro e junho de 2016, que acompanhou o resgate dos cães e hoje atua como voluntária, junto à World Animal Protection e à SEPDA-RJ. 

O rei da selva sob ameaça constante

Los animales silvestres no son decoración

No Dia Mundial do Leão, as notícias são tristes: o entretenimento com esses animais continua representando um enorme sofrimento à espécie