Ciclone Pam: providenciamos alimento e proteção para 30.000 animais

09 de abril de 2015

Após duas semanas de trabalho incessante em Vanuatu, no Pacífico Sul, a World Animal Protection conseguiu garantir a proteção de 30.000 animais. Eles receberam tratamento veterinário emergencial e também alimento para os próximos meses.

Recentemente, o arquipélago de Vanuatu foi devastado pela passagem do ciclone Pam – uma tragédia que afetou milhares de cães, gatos e animais rurais, como cabras e porcos. A nossa equipe contou com colaboração do governo local para desenvolver um plano de proteção destes animais (a curto e longo prazo) e prevenção de futuros desastres. 

Abastecimento e subsistência

Nestas duas semanas de atuação, a falta de alimentos se mostrou o maior desafio para os animais de Vanuatu. A nossa equipe conseguiu assegurar alimento para até 30.000 animais, com foco especial em porcos e aves. Esses são os dois grupos que enfrentam a maior situação de risco nas ilhas. 

A ajuda que oferecemos em tratamento veterinário também irá garantir que as comunidades locais se recuperem mais rápido do desastre. 80% da população de Vanuatu depende da agricultura, sendo porcos e aves essenciais para a sua subsistência. Ao providenciar alimento para até 30.000 animais, durante este momento crítico, o nosso trabalho estará beneficiando diretamente 2.000 famílias. 

Redução de riscos para o futuro

De acordo com o World Risk Index, Vanuatu é o país mais sujeito a desastres naturais no mundo. Reduzir os riscos que catástrofes como esta oferecem ao país é fundamental para garantir a segurança dos animais e pessoas.

No ano passado, socorremos o arquipélago após a passagem do ciclone Lusi. Além de levar ajuda emergencial, nossa equipe deixou um legado em termos de cuidados veterinários. A ideia era melhorar o atendimento a animais em futuros desastres naturais. 

Quando retornamos, neste ano, os veterinários do governo que foram a campo depois do ciclone Pam carregaram consigo os kits que providenciamos em 2014 e se mostraram preparados para proteger os animais em situação de emergência. 

No cenário mundial

Mais de um bilhão das pessoas mais pobres do mundo dependem dos animais para se alimentar, se locomover e para sua subsistência. Estamos trabalhando com as Nações Unidas (ONU) para que os governos e as comunidades mais vulneráveis incluam os animais em seus planos de emergência, garantindo sua subsistência e reduzindo assim o sofrimento. 

"Um desastre desta magnitude prevê uma série de necessidades para os animais"
Categorias: 

Compartilhe

WhatsApp