“Gatos não são inimigos das grávidas”, diz Carol Castro em foto com seu bichano

16 de fevereiro de 2017

Às vésperas do Dia Mundial do Gato, a atriz grávida aproveitou para desmitificar o risco de toxoplasmose

Ficamos felizes quando uma celebridade usa a sua influência para ajudar os animais. A toxoplasmose é uma doença cercada de mitos, principalmente no que diz respeito à participação dos gatos.

Leia mais: tudo o que você precisa saber sobre gravidez e toxoplasmose.

Apesar das chances de infecção serem quase nulas quando se convive com um bichano, ainda é comum que médicos ou familiares recomendem às mulheres grávidas que se desfaçam dos seus animais.

Isso pode resultar em abandonos e muito sofrimento para os gatos.

Nesta semana, a atriz Carol Castro publicou em seu Instagram uma foto ao lado do seu bichano de estimação. Grávida de sua primeira filha, ela explicou para quase 2 milhões de seguidores que apenas 1% da população felina é responsável por transmitir toxoplasmose.

Clique na imagem para ler a legenda completa:

 

“Muito mais perigoso do que os gatos, é comer carne crua ou ter contato com a carne crua sem lavar as mãos corretamente. Saladas e verduras também precisam ser lavadas com muito cuidado”, disse ela.

Saiba como se prevenir contra a toxoplasmose.

A Proteção Animal Mundial parabeniza a atriz pela sua publicação. Aproveitamos e fazemos das palavras da Carol Castro também as nossas: “Não se desfaçam dos seus gatos! Informem-se”. Não há motivo para abandonar ou doar um felino durante a gravidez.

Pelo contrário: você sabia que os bichanos fazem bem para a saúde do bebê? Veja o que dizem os pesquisadores.

A probabilidade de se contrair toxoplasmose é maior comendo carne mal cozida do que tendo um gato em casa

Compartilhe