Madagascar: estamos em campo para socorrer animais vítimas do ciclone Ava

01 de fevereiro de 2018

O ciclone atingiu o país no dia 5 de janeiro com chuvas torrenciais e deixou milhares de animais em risco

Madagascar é um dos países mais pobres do mundo e frequentemente acometido por desastres naturais. Dessa vez, o ciclone tropical Ava arrasou a parte leste da ilha e provocou aumento no volume dos rios, inundações e deslizamentos de terra. As estimativas são de cerca de 40 mortos e mais de 24.000 pessoas evacuadas por causa do ciclone.

O desastre deixou aproximadamente 5.000 animais em situação emergencial, precisando de resgate e cuidados veterinários – entre eles, cães e gatos, aves silvestres e animais de fazenda.

A ilha possui um ecossistema único, com muitas espécies endêmicas, que não são encontradas em nenhum outro lugar do mundo.

O que estamos fazendo?

Nossa equipe especializada em desastres está na ilha para assegurar que a comunidade possa se recuperar dos danos do ciclone Ava e para socorrer o maior número de animais possível.

A Proteção Animal Mundial irá trabalhar em conjunto com o governo local e a Universidade de Medicina Veterinária de Antananarivo. O plano de ação inclui:

  • Clínica veterinária móvel para vacinação e tratamento de animais feridos ou doentes;
  • Fornecimento de alimentação para os cães da comunidade nas regiões de maior necessidade;
  • Tratamento contra parasitas para gado, porcos e aves domésticas – como galinhas, gansos e patos – nas comunidades mais afetadas;
  • Tratamento e distribuição de alimento para aves silvestres de Madagascar – como papagaios e agapornis pretos.

Graças aos nossos colaboradores, podemos agir rapidamente em favor dos animais afetados nas zonas de desastres. Neste momento, também estamos trabalhando nas Filipinas e em Vanuatu, com os efeitos das erupções dos vulcões Mayor e em Ambae, respectivamente.

Quer acompanhar nosso trabalho? Siga a Proteção Animal Mundial no Facebook ou Instagram.

O desastre deixou cerca de 5.000 animais em situação emergencial
Categorias: 

Compartilhe

WhatsApp