Mais inteligente do que imagina: sabe qual animal é?

13 de junho de 2017

A espécie tem muito em comum conosco. Afinal, eles evoluíram junto aos humanos durante milhares de anos!

Pense em um animal social, amigável, brincalhão e inteligente, capaz de resolver desafios e que evoluiu junto aos humanos durante 10 mil anos.

Sabe qual é?

Imaginou um porco?

Pois é. A maioria das pessoas jamais descreveria um porco dessa forma, ainda que todas essas características estejam certas e que eles sejam animais maravilhosos.

Então, diga adeus ao mito de que os porcos são sujos, burros ou mal-humorados. Vamos provar que essa espécie é muito mais sociável do que as pessoas imaginam e que eles merecem nossa ajuda para melhorar as condições em que 42 milhões deles são criados no Brasil.

Mentes brilhantes

Tudo bem, talvez eles não sejam bons de geometria ou química... Mas os porcos podem ganhar de crianças de até 3 anos em jogos de memória. A espécie é considerada a quarta mais inteligente do planeta – ficando atrás apenas dos humanos, chimpanzés e golfinhos. O seu QI chega a superar o dos cachorros.

Os porcos têm uma boa memória de longo prazo. Eles conseguem resolver quebra-cabeças simples e desafios que envolvam encontrar objetos. Por outro lado, quando foi a última vez que você perdeu as chaves?

Sabem o que os outros porcos sentem

Outra grande surpresa sobre os porcos é a sua capacidade de empatia. Em 2015, foi realizado um experimento: um grupo de porcos foi treinado para prever quando iam receber um prêmio ou um castigo (no caso, ficar sozinhos por alguns minutos), quando escutavam uma música do Bach. Então, eles foram colocados junto com outros porcos que não tinham sido treinados.

Quando a música começava, os porcos sem treinamento copiavam o comportamento dos porcos condicionados a reagir à música. Eles adotavam a mesma postura de animação ou de preocupação, dependendo do caso. Até grunhiam de emoção quando um de seus companheiros esperava para ser premiado!

Aliás, vale lembrar que quando os porcos grunhem, nem sempre quer dizer que estão assustados. Os sons mais baixos são uma resposta a outros sons familiares ou à comida. Os grunhidos mais breves são um sinal de que estão empolgados, enquanto os mais longos são usados para chamar outros porcos ou para indicar que estão muito felizes.

Os grunhidos dos porcos chegam a mais de 95 decibéis. Nesses casos, o som agudo indica perigo e é comum em situações de sofrimento.

Quer saber mais? Veja esses 8 fatos surpreendentes sobre porcos!

Mais espaço com seus amigos

Você reparou que, no experimento anterior, os porcos sentiam que ficar sozinhos era um castigo? O motivo disso é porque porcos são animais muito sociáveis e que amam a companhia de outros porcos – isto é, desde que tenha espaço para todos.

Assim como os humanos, que se estressam ao subir em um metrô ou ônibus lotado de gente, os porcos também sofrem quando não têm espaço suficiente para se mover. E para eles, ficar fechados em um lugar pequeno, sozinhos e sem nada para fazer, também é um verdadeiro castigo.

Infelizmente, essa é a realidade de muitos porcos.

Apesar de milhares de anos convivendo com os humanos, os porcos no Brasil continuam sofrendo com práticas que já foram banidas em países como a Austrália, África do Sul e nos da União Europeia. 

Por isso, lançamos a campanha #MudeAVidaDosPorcos: para dar a 42 milhões de porcos no Brasil a chance de ter mais qualidade de vida, livres de dor e de sofrimento.

Assine nossa petição e peça ao Ministério da Agricultura que crie uma legislação para proteger o bem-estar dos porcos em todo país – e não depender só da iniciativa de alguns produtores.

Juntos, vamos mover o mundo para mudar a vida dos porcos. Participe!

Compartilhe

WhatsApp