Mais um vulcão: nossa equipe está a caminho de Vanuatu para socorrer animais abandonados

29 de janeiro de 2018

A população recebeu apoio humanitário, mas os animais ainda precisam de resgate e cuidados veterinários

O vulcão Ambae, localizado no centro de Vanuatu, continua a entrar em erupção. A situação vem se agravando desde setembro de 2017, quando houve um aumento repentino na intensidade de sua atividade.

Mais de 11.000 residentes foram obrigados a evacuar a ilha há aproximadamente dois meses e, devido à situação crítica, as pessoas não foram autorizadas a levar seus animais para as áreas de evacuação e eles foram deixados para trás, sem os cuidados de suas antigas famílias.

As pessoas já foram liberadas para retornar à ilha e aos poucos estão encontrando os seus jardins destruídos; os seus animais perdidos, desnutridos e seriamente feridos; e os seus meios de subsistência (majoritariamente agrícolas), prejudicados pelos próximos anos.

Lamarsdel Lolo, residente da ilha, foi forçado a deixar seus animais para trás

Impacto nos animais

Em Vanuatu, o Departamento de Pecuária e o de Biossegurança são as agências responsáveis pelo reestabelecimento e bem-estar do gado da região do vulcão Ambae.

De acordo com a avaliação feita em dezembro de 2017, muitos animais morreram quando a ilha foi completamente evacuada. O gado das áreas afetadas pelas cinzas vulcânicas continua morrendo desde que a comunidade foi autorizada a retornar – devido a lesões, desnutrição e acesso inadequado à água.

Nosso trabalho para ajudar os animais

O diretor geral do Ministério da Agricultura de Vanuatu, que também atuou no Comitê Nacional de Desastres, solicitou a assistência da Proteção Animal Mundial para “ajudar a comunidade de Ambae a identificar e cuidar de seus animais de forma adequada, à medida em que a comunidade se recupera da evacuação de emergência”.

Vamos atuar na ilha de Ambae durante um período de 7 dias, com as seguintes ações:

  • Apoiar duas equipes veterinárias móveis para tratamento e promoção da saúde dos animais domésticos e de fazenda.
  • Garantir que todo gado seja identificado e registrado, identificando a quantidade de animais e o seu estado de saúde para monitoramento e futuras análises.
  • Entregar galões de água potável de 20 litros para todos os 2.200 domicílios de Ambae, garantindo que as pessoas possam fornecer água própria para consumo ao gado. A distribuição será realizada em conjunto com a Sociedade da Cruz Vermelha e o Departamento de Gado de Vanuatu.

Antes dessa erupção vulcânica, a ilha de Ambae tinha uma população de cerca de 56.000 animais, além de milhares de gatos e cachorros. A população atual de animais na ilha ainda não foi contabilizada, mas estima-se que 10 a 20% dos animais tenham morrido ou desaparecido. A ação imediata é fundamental, antes que essa estimativa continue crescendo. 

Uma cabra sobrevivente em Port Vila, Vanuatu, após passagem do Cyclone Pam, que atingiu a ilha em 13 de março de 2015

Efeitos a longo prazo                   

Infelizmente, situações como a do Ambae são comuns nas áreas pobres onde desastres naturais ocorrem com frequência. Muitos dos nossos esforços estão concentrados na reabilitação e na recuperação da vida animal após esses desastres. No entanto, o mais importante é que essas comunidades possam estar preparadas para lidar com eventos como esse.

Por isso, para ajudar a comunidade da ilha a se preparar para situações de catástrofes futuras, propusemos trabalhar em conjunto com a Sociedade da Cruz Vermelha de Vanuatu para integrar o bem-estar dos animais em seu planejamento comunitário.

Próximos passos

Esperamos que esses novos programas sirvam como base para momentos de crise e minimizem o sofrimento animal durante as evacuações da ilha.

Graças aos nossos colaboradores, podemos agir rapidamente em favor dos animais afetados nas zonas de desastres. Neste momento, também estamos trabalhando com os efeitos do Ciclone Ava, em Madagascar, e da erupção do vulcão Mayon, nas Filipinas.

Quer acompanhar nosso trabalho? Siga a Proteção Animal Mundial no Facebook ou Instagram.

Imagem superior: cão em meio a detritos em Port Vila, Vanuatu, seguindo o Cyclone Pam. Em 2015, nossa equipe de desastres ajudou animais em Vanuatu afetados pelo ciclone.

Estima-se que 10 a 20% dos animais tenham morrido ou desaparecido após a erupção do vulcão Ambae
Categorias: 

Compartilhe

WhatsApp