Memória: 11.000 animais atendidos na região serrana do Rio de Janeiro em 2011

13 de outubro de 2014

Em 2011, uma frente fria ocasionou a tempestade mais extrema dos últimos 40 anos no Rio de Janeiro. Cidades como Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo enfrentaram enchentes e deslizamentos de terra, uma catástrofe que afetou a vida de milhares de pessoas e animais.

Com a ajuda do governo brasileiro, a World Animal Protection (antes conhecida como WSPA) avaliou os danos rapidamente e enviou uma equipe para atender os animais o quanto antes.

Ao todo, 11.000 animais receberam ajuda – seja em medicamentos ou ração. Foram contemplados desde animais de estimação (cães e gatos) a cavalos, bois, porcos e galinhas. 

A World Animal Protection distribuiu 13 toneladas de ração para aproximadamente 3 mil animais. E com ajuda de doações da população, foram produzidos kits com medicamentos e outros produtos capazes de atender outros 8 mil animais da região.

Esse trabalho só foi possível graças à colaboração da UNIFESO (Centro Universitário Serra dos Órgãos) e do grupo de estudantes veterinários, que juntaram esforços para chegar às regiões mais impactadas e tratar dos animais. 

Junto ao centro universitário, coordenamos a ampliação do atendimento clínico por dois meses adicionais, durante os quais foram tratados animais gravemente feridos e também feitas campanhas de rádio – tanto para entrar em contato com donos, quanto para incentivar a adoção dos animais abandonados na catástrofe. 

Também contamos com a ajuda de diferentes entidades locais de proteção animal. 

Há 50 anos chegamos onde mais precisa-se de ajuda

Por cinco décadas a World Animal Protection tem fornecido assistência às mais diversas regiões, pessoas e animais afetados por desastres naturais.

Graças a uma equipe dedicada, que atua com animais em situação de emergência, hoje podemos nos orgulhar dessa trajetória. Atuamos junto a comunidades para que, no futuro, elas possam recuperar-se a médio e longo prazo de desastres como o do Rio de Janeiro. E com sua ajuda, estamos movendo governos e organizações humanitárias para que incluam os animais em suas linhas de atuação.

"Com sua ajuda, estamos movendo governos e organizações humanitárias para que incluam os animais em suas linhas de atuação"
Categorias: 

Compartilhe

WhatsApp