Milhares de animais estão morrendo na Mongólia e ninguém está noticiando

16 de fevereiro de 2016

E se uma onda de frio extremo cobrisse 90% do seu país com neve?

Este fenômeno natural é chamado “dzud” e é extremamente cruel para os animais. A situação deve piorar ainda mais nas próximas semanas. Cabras e ovelhas estão entre as espécies mais vulneráveis – especialmente filhotes e mães –, o que infelizmente não chama a atenção da mídia internacional.

Mas você pode ajudar. Entenda:

O que é dzud? 

Um dzud dessa dimensão acontece quando, logo após um verão seco, vem um inverno muito rigoroso.

Quão frio fica?

-25ºC durante o dia e -38ºC durante a noite, em média.

O que acontece com os animais? 

Eles passam fome: está tão frio que eles não saem para pastar. Quando saem, não conseguem achar nenhuma comida, porque o pasto fica coberto por uma grossa camada de neve.

Eles passam frio: a escassez de feno e palha faz com que os animais não consigam se aquecer ou se manter protegidos do vento.

Eles congelam: ao tentar cavar a neve em busca de comida, os animais acabam machucando os focinhos ou patas. Outros chegam a ter as quatro patas congeladas e são sacrificados, após dias de extremo sofrimento.

Eles abortam: Quanto mais a temperatura cai, mais a taxa de mortalidade aumenta.

Sem filhotes

Há um pico de nascimentos em fevereiro, o que torna este dzud ainda mais preocupante. Sem abrigo e mais vulneráveis do que os outros animais, as fêmeas prenhas estão perdendo seus filhotes e muitas acabam morrendo em seguida.

Ajudem os animais, não nós

O dzud está impactando 965.000 pessoas, especialmente na área rural.  A situação se espalhou por 36 províncias da Mongólia. A maior parte da população tem condições de enfrentar o frio e não está pedindo cobertores ou alimento.

Eles querem ajuda para seus animais.

O que acontece em fevereiro?

Vai piorar. Este inverno promete ser um dos mais agressivos dos últimos anos: tempestades de neve e temperaturas extremas devem persistir. Mais de 5.000 animais já morreram, mas sabemos que este número irá crescer drasticamente.  

8,5 milhões morreram em 2010

No inverno de 2009 para 2010, o dzud matou aproximadamente 8,5 milhões de animais na área rural (20% da população de gado da Mongólia inteira).

O que a World Animal Protection está fazendo?

Assim como ajudamos os animais da Mongólia em 2010, nossa equipe de atendimento emergencial voltou ao país asiático para trabalhar com o governo e instituições como a Cruz Vermelha. Após avaliar a situação, identificamos as principais necessidades das famílias e dos animais afetados. Para a maioria deles, comida e abrigo.

Nossa equipe de Manejo de Desastres está no país asiático, trabalhando junto ao governo e outras instituições. Depois de avaliar as áreas mais afetadas, começamos a levar abrigo para aproximadamente 2.000 famílias.

A ação, realizada em conjunto com a Cruz Vermelha e a IFRC, irá beneficiar 160.000 animais – incluindo ovelhas, cabras, vacas, cavalos e camelos.

Faça sua parte 

Compartilhe esta notícia com os seus amigos. 

Precisamos ampliar a consciência internacional sobre a situação enfrentada pelos animais da Mongólia neste instante. Curta nossa página no Facebook e acompanhe as atualizações da equipe da World Animal Protection na Mongólia. 

Juntos, vamos mover o mundo para proteger esses animais.

Em 2010, o dzud matou 8,5 milhões de animais na Mongólia

Compartilhe