O Equador ainda treme: animais continuam precisando de ajuda

20 de maio de 2016

Duas novas réplicas sacudiram o país desde quarta (18), assustando a população e atrasando os esforços de atendimento às vítimas

A primeira ocorreu durante a madrugada, de magnitude 6.2. À tarde do mesmo dia, outro terremoto de 7.1 voltou a aterrorizar as pessoas e causou mais danos aos prédios e outras construções já abaladas.

O número oficial de afetados é de uma pessoa morta e 85 feridos. 

Nossa correspondente Estefanía Pareja, da ONG local Rescate Animal Ecuador, informou que ambas as réplicas foram sentidas em todo o país. 

“Estive em contato com pessoas em Manabi. As pessoas não podem sequer dormir. Dormem na rua. Não há energia elétrica em várias regiões de Manabi, as aulas foram suspensas nas escolas de Manabi e Esmeralda (local do epicentro)”, conta Estefanía.

Acredita-se que réplicas continuarão por mais de um mês. Cada novo tremor afeta os trabalhos de atendimento às vítimas, tanto humanos quanto animais.

Valentino, um cão batalhador que sobreviveu ao terremoto

“O que normalmente leva uma ou duas horas para fazer, agora leva quatro. Isso porque as pessoas estão assustadas e se movem com precaução o tempo todo”, relata Estefanía.

Apoie nosso trabalho

A World Animal Protection está ajudando os animais das áreas mais afetadas do Equador, com a cooperação de nossos parceiros da Rescate Animal Ecuador e do Centro Regional de Adiestramiento Canino.

A ajuda consiste em alimento e atendimento veterinário, realizado em uma clínica móvel e uma fixa, protegendo a vida de mais de 15.000 cães e gatos. Ao ajudar esses animais não estamos apenas melhorando sua qualidade de vida, mas também ajudando as famílias a superar o desastre.

Saiba mais sobre nossa ajuda no Equador

Tragédias como o terremoto do Equador acontecem sem que ninguém espere e milhares de animais ficam desamparados.

Doe para apoiar nosso trabalho: os fundos arrecadados serão destinados à proteção e alimentação dos animais afetados por desastres naturais, através do nosso trabalho contínuo de atendimento em situações de emergência.

Juntos, vamos mover o mundo para proteger os animais.

Ao ajudar esses animais não estamos apenas melhorando sua qualidade de vida, mas também ajudando as famílias a superar o desastre

Compartilhe

WhatsApp