O que fazer com seu pet em caso de emergência

18 de setembro de 2014

No caso de um desastre, somente 19% dos brasileiros contam com um plano de emergência que leva em consideração seus animais de estimação.

No caso de um desastre, somente 19% dos brasileiros contam com um plano de emergência que leva em consideração seus animais de estimação, segundo uma pesquisa realizada pela World Animal Protection.

Isso significa que, atualmente, milhares de animais correm o risco de sofrer com abandono, lesões ou até mesmo a morte no caso de um eventual desastre. Além disso, muitas vezes as pessoas colocam suas vidas em risco para resgatar seus animais durante um desastre.

Tudo isso poderia ser prevenido com a implementação de diversas medidas para assegurar o bem-estar dos animais de estimação nestas situações.

Para conscientizar a população, a World Animal Protection lançou uma campanha na qual um simpático cão salsicha chamado Trueno (trovão em espanhol) oferece conselhos para se preparar junto com sua família e animais diante de uma emergência.

Abaixo, indicamos algumas medidas para proteger seu animal de estimação:

  • Manter seu animal de estimação identificado e com informações de contato de seus donos na coleira.
  • Contar com uma caixa transportadora e coleira para mover o animal.
  • Manter um kit de primeiros socorros em uma caixa segura, protegido da água e bem identificado.
  • Identificar um lugar na casa de algum familiar ou amigo para onde você possa levar sua família e seu animal em caso de necessidade.

Encontre mais informações em nossa página do Facebook e no link: "prepare seu plano de emergência", onde você poderá assistir um vídeo sobre como proteger seus animais de estimação diante de emergências como inundações, deslizamento de terras, incêndios etc

Categorias: 

Compartilhe

WhatsApp