Proteção Animal Mundial e Governo de SP assinam parceria para capacitar municípios em ações de bem-estar animal

07 de maio de 2018

Mais de 500 agentes governamentais já receberam capacitação técnica para desenvolver ações importantes em suas cidades, como o manejo humanitário de animais de rua

Em evento no Palácio dos Bandeirantes, simbolicamente chamado de “Dia de Proteção Animal”, o governador Geraldo Alckmin oficializou a parceria entre o Secretaria Estadual de Meio Ambiente de São Paulo e a Proteção Animal Mundial.

Desde maio de 2017, estamos trabalhando juntos para que municípios paulistas melhorem ou desenvolvam políticas voltadas aos animais – especialmente às populações de cães e gatos de rua.

Em cooperação com o Programa Município Verde-azul, já capacitamos mais de 500 agentes governamentais de 50 municípios em guarda responsável, manejo de cães e gatos e prevenção de mordedura.

A diretora executiva da Proteção Animal Mundial, Helena Pavese, assina parceria junto ao governador Geraldo Alckmin e o secretário de estado Maurício Brusadin 

“Ao levar importantes informações técnicas aos gestores, colaboramos diretamente no desenvolvimento de ações, projetos e políticas públicas voltadas a um manejo efetivo e humanitário de populações caninas e felinas”, explica Rosangela Ribeiro, gerente de programas veterinários da Proteção Animal Mundial.

A capacitação também ajuda a garantir que esses projetos tenham sucesso e que sejam sustentáveis, impactando positivamente a vida das pessoas e dos animais (saiba mais).

Manejo humanitário de animais de rua é um dos temas das capacitações nos municípios

Pacote de iniciativas

Durante o evento no Palácio dos Bandeirantes, a Secretaria do Meio Ambiente também anunciou o investimento de mais de R$ 7 milhões em programas voltados à proteção dos animais.

Trata-se de um conjunto de ações para mitigar o abandono de animais, maus tratos e atropelamento de animais em rodovias, além de promover a regulamentação do manejo de fauna em vida livre, identificação de cães e gatos, controle populacional humanitário e a guarda responsável.

Uma das tratativas com maior destaque no evento foi o Programa Ninhos, que apoiará diretamente os empreendimentos de uso e manejo de fauna silvestre, públicos ou privados, sem fins comerciais ou amadores. O objetivo é otimizar e direcionar recursos para execução das propostas que forem cadastradas no site do projeto.

O secretário de estado do meio ambiente, Maurício Brusadin, discursa no evento

Outro destaque foi a questão do abandono de animais em rodovias e parques. A campanha “Tutor Responsável” – desenvolvida pela SMA, em parceria com concessionárias paulistas, Artesp e o DER – irá veicular mensagens sobre a importância da guarda responsável nos painéis digitais das estradas.

A CPTM, o Metrô e a EMTU também divulgarão em seus espaços públicos de circulação.

“Ao levar importantes informações técnicas aos gestores, colaboramos diretamente no desenvolvimento de ações, projetos e políticas públicas voltadas a um manejo efetivo e humanitário de populações caninas e felinas”

Compartilhe

WhatsApp