Relatório aponta empresas que mais se preocupam com o bem-estar de animais de fazenda

23 de janeiro de 2017

Levantamento da World Animal Protection mostrou que algumas companhias têm priorizado o assunto, enquanto gigantes do fast-food ficam para trás

Em 2016, apenas 13 das 99 companhias avaliadas ocuparam os dois patamares mais altos do relatório (níveis 1 e 2), entre elas Cranswick e Migros (Inglaterra), Coop Group (Suíça), Cargill, McDonalds e Unilever. Essas empresas demonstraram forte compromisso com o bem-estar dos animais e estabeleceram sistemas e processos para gestão do tema.
Veja o ranking completo

Também nesse ano, outras 26 subiram pelo menos um patamar na comparação com o ano anterior, como é o caso de empresas que atuam no Brasil como BRF, Carrefour e Mondelēz International.

“O tema ainda não é de alta prioridade para grande parte das empresas, ou seja, há um longo caminho a percorrer. Mas é bom perceber que há um grupo crescente trabalhando para melhorar esses padrões”, comenta José Rodolfo Ciocca, gerente de Campanhas de Animais de Fazenda da World Animal Protection.

Veja também: Estudo inédito mostra percepção do consumidor latino-americano sobre bem-estar animal

Criado para encorajar a indústria de alimentos a melhorar seus padrões de bem-estar animal, o relatório da Business Benchmark on Farm Animal Welfare (BBFAW) analisa como as maiores empresas do setor gerenciam e divulgam práticas que promovem o bem-estar de animais de fazenda.

Desde sua primeira edição em 2012, o número de companhias que publicaram políticas de bem-estar animal cresceu 27% e o das que divulgaram metas para o bem-estar animal, 39%.

Um longo caminho pela frente

Apesar da tendência positiva, ainda há muito trabalho a ser feito pelas empresas que ocupam os piores lugares no ranking.

Algumas das gigantes do fast-food estão nos níveis mais baixos. O Grupo Domino's Pizza PLC, dono da rede de pizzarias Domino’s, está no nível 6, ao lado de Kraft Heinz, fabricante dos produtos das linhas Quero e Heinz no Brasil. Essas empresas não apresentaram nenhuma evidência de bem-estar para animais de fazenda em suas agendas de negócios.

Já Starbucks, Restaurante Brands International (proprietária do Burger King) e Yum! (proprietária da KFC) estão no nível 5, o que indica que o assunto está em suas agendas de negócios, mas com pouca evidência de implementação.

“Houve progresso, mas 42 das 99 companhias, entre elas Burger King, Grupo Domino’s Pizza PLC e Starbucks, aparecem nos níveis mais baixos (níveis 5 e 6), o que mostra que ainda há muito trabalho a ser feito para que o tema bem-estar animal esteja de fato na agenda de negócios de algumas das grandes empresas alimentícias globais”, explica Nicky Amos, diretor executivoda BBFAW.

Ranking das empresas

O relatório BBFAW é produzido anualmente pela World Animal Protection em parceria com a Compassion in World Farming e a Coller Capital. Acesse aqui (em inglês)

Nele, as empresas são avaliadas de acordo com suas abordagens sobre o tema do bem-estar dos animais de fazenda, considerando-se: compromisso e política de gestão; governança e implementação de políticas; liderança e inovação; e relatórios de desempenho e impacto. As avaliações se baseiam em informações publicadas pelas companhias.

Além das conquistas da indústria alimentícia, o relatório destaca o importante papel dos investidores institucionais na melhoria das práticas de bem-estar animal em toda a indústria de alimentos.

Confira a posição das empresas no ranking 2016:

Nível 1

  • Coop Group - Suíça
  • Cranswick
  • Marks & Spencer
  • Migros
  • Noble Foods
  • Waitrose

Nível 2

  • BRF
  • Cargill
  • Co-op (Reino Unido)
  • Greggs
  • McDonald's
  • Tesco
  • Unilever

Nível 3

  • Arla Foods
  • Barilla
  • Danish Crown
  • Ferrero
  • FrieslandCampina
  • Groupe Danone
  • Hormel Foods
  • J Sainsbury
  • JBS
  • Kaufland/Schwarz
  • Metro
  • Mitchells & Butlers
  • Nestlé
  • Premier Foods
  • Sodexo
  • Subway
  • Sysco Corp
  • Tyson Foods
  • Vion Food Group
  • Walmart
  • Wendy's
  • Wm Morrison

Nível 4

  • 2 Sisters Food Group
  • Ahold Delhaize
  • Aldi Nord
  • Aldi Süd
  • Aramark
  • Carrefour
  • Chipotle Mexican Grill
  • Compass Group
  • Costco Wholesale
  • Dean Foods
  • Fonterra
  • General Mills
  • Kroger
  • Lidl
  • Loblaw
  • Marfrig
  • Mondelẽz
  • Panera Bread
  • Rewe Group
  • WH Group
  • Whitbread
  • Woolworths (Austrália)

Nível 5

  • ABF
  • Albertsons
  • Camst
  • Chick-fil-A
  • ConAgra
  • Darden Restaurants
  • Dunkin' Brands
  • Edeka Zentrale
  • Elior
  • Gruppo Cremonini
  • Gruppo Veronesi
  • ICA Gruppen
  • Les Mousquetaires
  • Mars Inc
  • New Hope Liuhe
  • OSI Group
  • Publix
  • Restaurant Brands International
  • SSP Group
  • Starbucks
  • Target
  • Terrena Group
  • Wesfarmers
  • Yum! Brands

Nível 6

  • Autogrill
  • Casino
  • Charoen Pokphand
  • Domino's Pizza Group
  • E Leclerc
  • El Corte Inglés
  • Gategroup
  • Groupe Auchan
  • Groupe Lactalis
  • Henan Zhongpin
  • JD Wetherspoon
  • Kraft Heinz
  • Mercadona
  • Müller Group
  • Olav Thon Gruppen
  • Quick
  • Umoe Gruppen
  • Yonghui Superstor
"O tema ainda não é de alta prioridade para grande parte das empresas, ou seja, há um longo caminho a percorrer" - José Rodolfo Ciocca, Gerente da World Animal Protection

Compartilhe

WhatsApp