Turkish Airlines promete parar o transporte de papagaios-do-congo

15 de fevereiro de 2019

80.000 pessoas assinaram nossa petição em apenas 11 dias. A companhia aérea já está ouvindo nosso pedido

Em resposta à nossa recém-lançada petição, a Turkish Airlines emitiu um embargo global imediato ao transporte de papagaios-do-congo em qualquer um dos seus aviões.

Nós nos reunimos com funcionários da companhia aérea no mesmo dia em que essa determinação foi anunciada (13 de fevereiro) e agradecemos a eles por responderem de forma urgente aos pedidos de nossos apoiadores e às necessidades dos papagaios-do-congo - que são animais ameaçados de extinção.

Esse é um resultado positivo para os papagaios-do-congo, mas temos que manter a pressão para encontrar soluções contra o tráfico ilegal de animais revelado por nossas investigações.

Apenas o começo

Embora ainda haja um longo caminho pela frente, o embargo ao transporte de papagaios-do-congo é um primeiro passo promissor. Estamos felizes que a empresa respondeu rapidamente às nossas preocupações e esperamos trabalhar juntos para melhorar o bem-estar dos animais silvestres.

Para acabar com o sofrimento de centenas de milhares de animais silvestres que são usados como animais de estimação, precisamos que empresas globais e influentes, como a Turkish Airlines, tomem medidas significativas para protegê-los.

Continuaremos a conversar com a Turkish Airlines de forma positiva para que a companhia entenda a importância dessa mudança em suas operações como forma de garantir que os traficantes não consigam contrabandear papagaios-do e outros animais silvestres em seus aviões.

Papagaios-do-congo traficados. Foto: Lwiro sanctuary

Nossa petição continua

Assine a petição para a Turkish AirlinesAssine

Até vermos um compromisso real e duradouro da Turkish Airlines, nosso trabalho não estará concluído.

Nós nos reuniremos novamente com a empresa dentro de algumas semanas em sua sede em Istambul e mostraremos à companhia o quanto as pessoas se importam. Então, peça a seus amigos e familiares que também assinem a petição.

Siga-nos no Facebook e acompanhe as atualizações sobre nossas campanhas de proteção aos animais silvestres.

 

Imagem do cabeçalho: Jurgen e Christine Sohns / Getty Images

Até vermos um compromisso real e duradouro, nosso trabalho não estará concluído.
Categorias: 

Compartilhe

WhatsApp