Vídeo chocante mostra preguiça sendo capturada na Amazônia para ser usada no turismo

20 de outubro de 2017

Investigação secreta da Proteção Animal Mundial expõe momento em que preguiça é derrubada em uma árvore de 30 metros

Este vídeo chocante foi gravado na região norte da Amazônia, próximo à cidade de Iquitos, no Peru.

As imagens revelam o método cruel usado para roubar os animais silvestres de seus habitats naturais para que os turistas possam tirar fotos com eles.

Homens cortam uma árvore de cerca de 30 metros de altura enquanto o animal apavorado se segura a ela tentando sobreviver. 

Roubada e vendida

Depois de ser cortada, a árvore cai com força contra o chão, mas a preguiça milagrosamente sobrevive. Então, o animal é colocado em um saco e depois vendido em um mercado nos arredores de Iquitos por apenas 13 dólares (aproximadamente 40 reais).

As preguiças capturadas por madeireiros ilegais dessa forma normalmente são compradas para servirem como pets exóticos ou serem usadas para entreter turistas - sendo forçadas a tirar fotos com eles.

"Esse vídeo é extremamente perturbador. Sabemos que os animais roubados da natureza para serem usados em fotos com turistas são mantidos em péssimas condições ou constantemente atraídos com comida, causando sérios traumas a eles", declara Steve McIvor, CEO da Proteção Animal Mundial.

Estima-se que 80% das exportações de madeira do Peru tenham origem na exploração madeireira. Muitos desses madeireiros tentam ganhar um dinheiro extra capturando e vendendo animais silvestres - incluindo as preguiças - para serem usados em atividades turísticas.

Alvos fáceis e vulneráveis

As preguiças-de-três-dedos se movem lentamente nas árvores e são facilmente capturadas pelos madeireiros. Elas não conseguem escapar nem afastar as pessoas que as atacam.

Para acabar com essa crueldade, pedimos aos governos locais que façam com que a lei seja cumprida e que as operadoras de turismo e pessoas envolvidas nessas atividades respeitem a legislação.

Você pode ajudar a acabar com essa cruel tendência das selfies com animais silvestres ao assinar nosso Código da Selfie.

"Os animais roubados da natureza para serem usados em fotos com turistas são mantidos em péssimas condições ou constantemente atraídos com comida, causando sérios traumas a eles"

Compartilhe

WhatsApp