World Animal Protection envia equipes para proteger animais em desastres em Cabo Verde e Filipinas

16 de dezembro de 2014

Após o tufão Hagupit atingir as Filipinas e erupções vulcânicas destruir parte da Ilha de Fogo, em Cabo Verde, nossas equipes de atendimento em situações de emergência foram enviadas para proteger os animais.

No início do mês, o tufão Hagupit atingiu as Filipinas, trazendo consigo a memória devastadora do supertufão Haiyan – o mais mortal da história recente das Filipinas. Na época, em 2013, a World Animal Protection atendeu, alimentou e protegeu os animais sobreviventes do desastre e com a passagem do Hagupit há poucos dias, a nossa equipe de atendimento em situações de emergência foi novamente ativada. 

Felizmente, o impacto deste tufão não foi tão severo quanto o do ano passado. Ainda assim, a ilha de Masbate, que fica no centro das Filipinas, acabou parcialmente destruída – e com milhares de animais à espera de ajuda. 

A nossa equipe da região Ásia-Pacífico está alocada na ilha de Masbate e irá trabalhar junto às autoridades locais e a veterinários voluntários para levar alimento, remédios e tratamento às áreas rurais de mais difícil acesso. Mais de 15,000 animais – entre eles bois, ovelhas, cabras e búfalos – estão agora suscetíveis a níveis extremos de estresse, a doenças e à má nutrição e precisam urgentemente da nossa ajuda. 

A ilha de Masbate é uma das províncias mais pobres das Filipinas e seus moradores dependem da agricultura e desses animais para sua sobrevivência. Nossa avaliação inicial demonstrou que, nas áreas mais afetadas, até 90% das famílias mantinham animais de produção – como galinhas, cabras ou bois. Sem a nossa atuação imediata, tanto os animais quanto as comunidades sofreriam imensamente. 

Erupções vulcânicas em Cabo Verde

Conforme comunidades nas Filipinas se recuperam do impacto do tufão Hagupit, a 15.000 km dali animais estão sofrendo de forma igualmente devastadora. Na ilha do Fogo, em Cabo Verde, amplas áreas foram destruídas por erupções vulcânicas – devido aos avanços do rio de lava e também ao intenso depósito de cinzas. Os moradores da região foram evacuados para áreas mais seguras, mas infelizmente milhares de animais não puderam acompanhar e permanecem em setores vulneráveis da ilha. 

Uma segunda equipe da World Animal Protection foi enviada à ilha do Fogo para oferecer atendimento emergencial e auxílios aos animais deixados para trás. Atuando junto às autoridades locais, esperamos proteger o máximo de vidas que pudermos. 

Os animais de Cabo Verde

Em Cabo Verde, comunidades inteiras foram isoladas e destruídas pelo avanço do rio de lava: as erupções do Pico do Fogo forçaram milhares de pessoas e animais a deixar seus lares. Como resultado, muitos animais estão estressados e carentes de cuidados veterinários. Confira abaixo as fotos e alguns relatos da nossa equipe sobre os primeiros dias de atendimento.  

Um dos animais tratados pela equipe da World Animal Protection foi esta cabra de 3 anos (à esq. e centro), a Faísca. Ela estava sofrendo de mastite severa e não conseguia alimentar sua recém-nascida, a quem deu à luz apenas 6 horas antes. Ao centro, o seu dono Augustino Pires (30) a acalma enquanto o Dr. Vasquez administra medicação. Ainda com as pernas tremendo, a filhote deu os primeiros passos diante da nossa equipe. A cabritinha recebeu o nome de Sergina e está sendo alimentada por outras cabras da família Pires enquanto a mãe se recupera.

Cachorro da família Pires, Piloto se animou com sua primeira boa refeição desde o desastre. Forçado a deixar seu antigo lar devido às erupções vulcânicas, o animal de 4 anos apresentava sinais de infecção parasitária e má nutrição. Nós fornecemos comida e vermífugos para ele. À esquerda, na foto, Gerardo Huertas coloca vermífugo em uma pequena porção da ração que fornecemos, auxiliado pelo Dr. Sergio Vasquez e por um veterinário local voluntário, Dr. Carlos.

Ainda estressados por conta da evacuação, os animais em Cabo Verde enfrentam uma situação de extrema seca e estão vulneráveis a infecções e a diferentes doenças. À esquerda, Domingues Gomes Santos acalma a sua vaca, Rabina, enquanto o Dr. Vasquez administra antibióticos e vitaminas para melhorar sua imunidade. Ao centro, uma das cabras vermifugadas e tratadas pela nossa equipe, muitas delas por infecções paratisárias e mastite. À direita, magra e apresentando sinais de estresse, a gata de 2 anos Chaina não demora para limpar o prato de ração que oferecemos.

De partir o coração: durante o atendimento às comunidades impactadas pelas erupções vulcânicas, a nossa equipe encontrou este cão malnutrido e gravemente ferido. Deslocado durante o desastre, ele acabou entrando no território de outros grupos de cachorros e sendo atacado. Imediatamente o alimentamos, desinfetamos suas feridas e lhe demos tetraciclina, um antibiótico de longa duração. Ele está recebendo cuidados de um morador local e a nossa equipe irá acompanhar a sua recuperação. 

Acompanhe

Siga a World Animal Protection no Twitter e no Facebook e mantenha-se atualizado sobre os resgates.

"Mais de 15,000 animais estão suscetíveis a níveis extremos de estresse, a doenças e à má nutrição e precisam urgentemente da nossa ajuda"
Categorias: 

Compartilhe

WhatsApp