2016: Animais em comunidades

Brasil

Vaquejadas

  • Mais de 50.000 pessoas assinaram nossa petição internacional contra a PEC 50, que ameaça mudar a Constituição Brasileira para permitir vaquejadas, rodeios e outros tipos de maus-tratos contra animais.
  • A Proteção Animal Mundial se uniu ao movimento Crueldade Nunca Mais para promover manifestações contra a PEC 50 em mais de 25 cidades brasileiras.

Olimpíadas Rio 2016

Durante os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, firmamos uma parceria com a Rio 2016 para proteger os animais de rua encontrados nas áreas esportiva. Ao todo, a parceria nos possibilitou:

  • Resgatar 31 gatos em áreas olímpicas. 23 animais foram adotados, 4 infelizmente morreram, 2 foram tratados e soltos em áreas seguras e 2 animais continuam em tratamento.
  • Resgatar 58 cães em áreas olímpicas. 51 foram adotados (36 adultos e 18 filhotes), 1 cão foi tratado e solto em uma área segura, 2 animais infelizmente morreram e ainda temos 2 adultos disponíveis para adoção.
  • Recebemos 63 pedidos de manejo de animais silvestres – 10 animais não precisaram ser resgatados; 13 foram capturados de maneira humanitária e levados ao centro de reabilitação da Universidade Estácio de Sá e 40 foram soltos nas proximidades das instalações olímpicas.
  • Realizamos 2 treinamentos sobre manejo humanitário de animais para a equipe da Rio 2016.
  • Promovemos 6 grandes eventos de adoção na cidade do Rio de Janeiro, organizados em parceria com a Rio 2016 e a SEPDA;
  • Resgatamos 85 gatos de rua no estádio do Maracanã, que enfrenta um problema crônico de abandono de animais. Os gatos foram castrados, vacinados e receberam tratamento veterinário.

Vidas melhores para cães

  • Capacitamos diretores de 45 escolas em Pinhais, no Brasil, para que centenas de crianças aprendam como interagir com cachorros e evitar mordidas.
  • No Dia Mundial de Luta Contra a Raiva, fomos convidados pelo Instituto Pasteur de São Paulo para falar sobre o controle da raiva em um evento aberto ao público. Fizemos uma apresentação para 200 crianças e pais sobre como interagir com cachorros e evitar mordidas.

Global

  • Nossa campanha Red Collar começou em 2011 e teve sua conclusão planejada para o Dia Mundial de Luta Contra a Raiva deste ano: ao todo, foram vacinados 966.617 cães.
  • Nosso trabalho com cães desde 2011 já superou a marca de 1 milhão de vacinas.

África

  • Iniciado em 2013, o nosso programa em Zanzibar foi assumido pelo governo do país, que agora tem capacidade para gerenciá-lo sozinho.
  • Vacinamos 78.021 cães no Quênia.
  • Treinamos 67 pessoas em Makueni, no Quênia: 59 professores, 4 oficiais de educação sênior, e 4 oficiais de curso de extensão em veterinária e gado. Os treinamentos abordaram prevenção de mordidas de cães, erradicação da raiva e guarda responsável de cães.
  • Em Serra Leone, vacinamos 1.013 cães.
  • Em Serra Leone, 3 programas de TV, 5 programas de rádio e 1 jornal de circulação nacional promoveram nossa estratégia de controle populacional humanitário para cães durante o Dia Mundial de Luta Contra a Raiva.
  • No Dia Mundial de Luta Contra a Raiva, ajudamos a conscientizar cerca de 10.000 pessoas em Serra Leone através de uma campanha de mobilização pública, realizada em três distritos.
  • Também realizamos um workshop com representantes de governos da África do Norte para mostrar por que a matança desumana não funciona no controle das populações caninas e como programas humanitários de gerenciamento da população de cães são o método mais eficiente.

Costa Rica

  • Realizamos um workshop de bem-estar animal na Costa Rica (o primeiro da história do país), junto ao Serviço Nacional de Saúde Animal. O objetivo era encorajar dirigentes para que incluam a guarda responsável de animais e o bem-estar de cães na agenda de suas regiões em 2017.

Romênia

  • A cidade de Constança, na Romênia, se comprometeu a acabar com sua política de “pegar e matar” e irá introduzir um novo programa de controle humanitário da população canina, após entregarmos uma petição com mais de 60.000 assinaturas em setembro.
  • Nosso programa nacional de educação sobre a guarda responsável de cães foi aprovado pelo Ministério de Educação da Romênia. Isso significa que o programa pode ser usado em qualquer escola do país, com potencial para chegar a dezenas de milhares de crianças.

 

Veja nossas conquistas em outras áreas de trabalho:

  

Compartilhe

WhatsApp