6 razões para não levar seu cão aos blocos de Carnaval

Publicado em 27 de fevereiro de 2019 por

Rosangela Ribeiro

Dias quentes, música alta e muita gente na rua: o que para você é um Carnaval animado, para o seu cão é o contrário

Neste fim de semana, eu estava saindo do meu prédio e uma cena me chamou a atenção: um casal de foliões com sua cachorrinha no colo.

Nos cruzamos quando eles iam para um dos maiores blocos de rua de São Paulo, que passa perto da minha casa. Parei para conversar com eles e expliquei, como veterinária, que a situação colocava a cachorrinha em risco. O calor, o barulho e as multidões do Carnaval não combinam nadinha com os animais! Por sorte, o casal morava ali no bairro e decidiu voltar para deixá-la em casa. Mas fiquei pensando, será que mais gente leva animais na folia?

Aqui, dou 6 razões para você deixar seu cão bem longe do alalaô – acredite, ele irá agradecer você!

1. Som ainda mais alto para os cães

Eles têm a audição mais apurada que a nossa e, portanto, se assustam com música alta. Mesmo que estejam no seu colo, eles ficarão incomodados e agitados.

2. Muito calor na cuca!

É muito perigoso. Diferente de nós, os cães não possuem glândulas sudoríparas (só algumas nas narinas e nos coxins, as “almofadinhas” das patas). Eles só trocam calor com o ambiente pela respiração, ou seja, ao ofegar. Imagine em um dia muito quente? Ou numa multidão? Os cães podem desmaiar ou até morrer de hipertermia (aumento da temperatura corporal).

O risco é ainda maior para cães braquicefálicos (com focinho "achatado"), como buldogues e pugs.

3. Os cães podem se perder e ser pisoteados

Como estarão desorientados com tanta gente, barulho e calor, eles podem se soltar de você. E ainda correm o risco de machucar as patas ao pisar em latinhas e garrafas quebradas que ficam pelo caminho.

4. Confetes e serpentinas nada inocentes

Tradicionais em todo Carnaval, esses acessórios podem arranhar a pele e as córneas dos animais.

5. Alimentação toda errada

Sem você perceber, seu cão pode ingerir acidentalmente restos de comida do chão e restos de bebida alcoólica deixadas em copos – o que causa intoxicação alimentar.

6. Looks perigosos para os animais

Tem quem ache que tintas, espuma e glitter deixam os pets com um visual “engraçadinho”. Longe de se divertir, os animais podem sofrer com alergias ou intoxicações ao tomarem contato com esses produtos. E vale lembrar: as fantasias são divertidas, mas muitas podem causar desconforto e sofrimento, piorando o calor em dias quentes.

 

Atenção: Existem blocos específicos para cães, mas eles devem priorizar o bem-estar dos animais e não a satisfação de seus tutores. Cuidados especiais com a altura do som, sombreamento, hidratação dos cães, segurança e quantidade de participantes devem ser levados em conta.

Mais artigos de:

Rosangela Ribeiro

Compartilhe

WhatsApp