Cuidado! Não deixe seu cão comer chocolate na Páscoa

Publicado em 16 de abril de 2019 por

Rosangela Ribeiro

Esse alimento tem muita gordura e substâncias que podem causar intoxicação nos animais

No período da Páscoa, precisamos ficar atentos aos nossos cães. É muito comum eles acompanharem cada abertura de chocolate com aquele olhar de “quero só um pedacinho!” – eu que o diga! Meus cães vivem com aquele olhar pidão a cada guloseima que pego na cozinha...

Mas não caia na tentação de oferecer um pedaço ao pet: o chocolate não é um alimento saudável para os cães, pois é gorduroso, calórico e pode causar intoxicação.

E o que especificamente causa a intoxicação?

São as tais metilxantinas, substâncias capazes de tornar o produto viciante, como a cafeína e a teobromina – a grande vilã para o organismo do cão.

Nenhum tipo de chocolate é indicado, mas o amargo (geralmente, o mais usado na culinária) merece atenção. Quanto mais escuro o chocolate, mais teobromina terá e, assim, maior chance de intoxicar o animal.

A teobromina pode demorar até 6 dias para ser eliminada do organismo do cachorro. As maiores vítimas são os animais jovens ou de pequeno porte, devido ao maior acúmulo de chocolate em relação ao peso corporal. 

Sinais de um cão intoxicado por chocolate

Se o seu pet “roubou” um ovo de cima da mesa e o comeu inteirinho, a sua saúde pode estar em risco. Fique atento aos sintomas:

  • aumento da frequência cardíaca, arritmias cardíacas
  • aumento da micção (eliminação de urina)
  • aumento da pressão arterial
  • hiperatividade, inquietude
  • insônia
  • tremores
  • convulsões
  • e até mesmo o coma ou a morte, dependendo da quantidade ingerida 

Diante de qualquer alteração no comportamento ou saúde do seu animal, leve-o ao veterinário imediatamente!

O olhar pidão das minhas vira-latinhas Renata (à esquerda) e Marina (à direita)

Ah, e os ovos de Páscoa feitos especialmente para cães? Esses não têm cacau, nem xantinas. Os que costumam ser vendidos em lojas especializadas para pets são seguros. Mas sinceramente...

Os meus cães gostam mesmo é do bom e velho bifinho! ;)

Mais artigos de:

Rosangela Ribeiro

Compartilhe

WhatsApp