O papel do consumidor

Ao escolher os produtos que consome você leva em conta o meio ambiente, a saúde humana e animal, as relações justas de trabalho, além de questões como preço e marca?

Tudo o que consumimos causa impactos, que podem ser positivos ou negativos. A economia, as relações sociais, a natureza e os animais são impactados pelo “o que” e “como” compramos. Ao ter consciência desses impactos, você pode maximizar os impactos positivos e minimizar os negativos, contribuindo com o seu poder de escolha para construir um mundo melhor. Isso é consumo consciente!

O consumidor consciente é um agente transformador da sociedade por meio do seu ato de consumo. Pequenas mudanças em nosso dia-a-dia têm grande impacto no futuro. O consumo consciente de proteína animal pode melhorar o bem-estar de bilhões de animais de fazenda que são criados e abatidos todos os anos para o consumo humano.

São gestos simples que levem em conta os impactos da compra, incluindo a escolha das empresas da qual comprar, em função de seu compromisso com o desenvolvimento socioambiental.

Conheça o nosso passo-a-passo para o consumo consciente. Uma contribuição voluntária, cotidiana e solidária para garantir a sustentabilidade da vida no planeta.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Passo-a-passo para um consumo consciente

Um ótimo começo é ler os rótulos dos alimentos antes de comprá-los e pesquisar sobre o compromisso das empresas que comercializam produtos de origem animal.

Se você não quer fazer parte da estatística que indica que só metade dos brasileiros tem esse hábito, atente para os seguintes selos:

Selo de Inspeção Federal - SIF - MAPA - Brasil

O Serviço de Inspeção Federal garante que as condições higiênico-sanitárias das instalações de abate do animal atendem às exigências do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Logomarca Certified Humane Brasil

O Certified Humane Brasil foi o primeiro selo de bem-estar animal do país. A ONG dispõe de um aplicativo para celular que lista os revendedores dos produtos certificados por região.

Selo Produtor do Bem Brasil

O Produtor do Bem é o mais novo selo 100% brasileiro e focado em bem-estar.

Passo 2: Faça perguntas!

O produto não conta com selos de bem-estar e você ainda tem dúvidas sobre a qualidade e procedência? Busque o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) que deve ser disponibilizado por lei pelas empresas. No caso dos produtores, as informações de contato devem constar na embalagem. Outra opção é usar as redes sociais de supermercado e lojas, pois assim você torna pública a prática de cobrar informações sobre a procedência dos alimentos, o que pode encorajar amigos e conhecidos a fazerem o mesmo e incentivar a transparência das empresas.

Passo 3: Reveja seus conceitos

Em nosso estudo “Consumo às cegas” 70% dos entrevistados afirma que consome carne pelo menos quatro vezes por semana. Essa alta demanda acaba incentivando o produtor a empregar técnicas de confinamento e superpopulação nas suas instalações, pois precisa produzir muito por área para atender aos consumidores que buscam apenas preços baixos. Portanto, ao reduzir o consumo de carne e exigir produtos com altos níveis de bem-estar, você contribui para pressionar a indústria e incentivar a adoção de medidas de bem-estar por parte dos produtores.

Não é necessário abrir mão de uma vez por todas da proteína animal para ser um consumidor consciente. Você pode ingerir ocasionalmente carnes, ovos e leite produzidos com bem-estar animal – o que é um dos preceitos do consumo consciente -, assim como preferir alimentos sazonais, produzidos localmente e com técnicas sustentáveis.

Passo 4: Multiplique o conhecimento

A falta de informação a respeito das práticas cruéis é o maior obstáculo na conscientização da população, o que, por sua vez, desencoraja e adoção de práticas de bem-estar nas fazendas. Por isso, fale sobre isso em suas redes sociais e no contato direto com amigos, colegas e familiares. Conte a eles sobre os danos físicos e psicológicos causados aos animais nos sistemas industriais de produção intensiva. O planeta e os animais agradecem!

Como as empresas tratam os animais no Brasil?

Na publicação Como as empresas tratam os animais no Brasil?, você terá acesso a um ranking de produtores, supermercados e restaurantes em relação às suas práticas empresariais que beneficiam os animais. Use essas informações para guiar o seu consumo!

Guia de consumo consciente

Baixe nosso “Guia de consumo consciente” e descubra como o seu consumo pode contribuir para uma vida melhor para os animais.

Percepção do consumidor sobre o bem-estar animal

Confira o relatório "Consumo às cegas" para saber mais sobre a percepção dos consumidores em relação ao bem-estar dos animais de fazenda e seus hábitos de compra e consumo de carne, leite e ovos.

 

Foto do cabeçalho: Viktor Szabo - Unsplash

 

Continue lendo para saber mais: