Como proteger seu gato ou cão do barulho no Carnaval

Publicado em 01 de março de 2019 por

Rosangela Ribeiro

Saiba como deixar seu animal de estimação seguro em casa

Você já sabe que, nos dias de folia, o ideal é deixar seu pet em casa, em segurança e longe dos riscos, né?

Aqui em casa, já organizei o cantinho da minha gata Catarina: por causa do som alto, eu abro a porta do armário no meu quarto e deixo liberado para que ela possa se esconder lá dentro ou debaixo do edredom.

E em último caso, sempre tem a Renata...

Minha gata Catarina embaixo da sua irmãzona, Renata

A ideia de fazer um cantinho seguro vale para os cães também!

Fique perto do seu melhor amigo e traga um cobertorzinho ou algum brinquedo que ele goste – isso vai fazer com que ele se sinta mais confiante. Uma dica para acalmar cães é fazer carinho na região do tórax.

Quem mora em casa térrea deve estar alerta para possíveis fugas. Feche bem portas e janelas para que o pet não escape para as ruas. E não esqueça de identificá-lo com uma plaquinha na coleira! Se escaparem e encontrarem multidões, cães e gatos podem ficar nervosos e se perder.

Na hora do passeio, a dica é levá-los antes ou depois que o bloco de Carnaval passar – ou fazer um caminho alternativo, longe da algazarra. Assim, ele não correrá o risco de se machucar com garrafas e latinhas jogadas no chão, nem se assustar com o barulho e as multidões.

Veja aqui o fazer com o seu cão ou gato se for viajar.

E um último lembrete para os dias de folia: se sair para pular Carnaval, no trajeto do bloquinho talvez você encontre cães que vivem com os moradores em situação de rua. Respeite o espaço deles, não os importune com espumas, glitter, confetes e serpentinas. E de forma alguma ofereça bebida alcóolica para animais!

Mais artigos de:

Rosangela Ribeiro

Compartilhe

WhatsApp